27 de abr de 2009

Katie Kirkpatrick

Eu queria escrever sobre várias coisa que andam em minha cabeça... vários temas que temo que logo sumirão da memória ou simplesmente não me farão mais sentido (alguns assim espero), mas eh que hoje nada me impressionou mais do que essa história... furtada de um site que normalmente não tem nada muito interessante... dessa vez surpreendeu-me... concordem:

"Katie Kirkpatrick Godwin, 21 anos, conseguiu aguentar seu câncer terminal só para celebrar o momento mais feliz de sua vida. Katie já havia superado um câncer, mas ele voltou e atacou o pulmão de forma tão agressiva que para respirar precisava usar aparelhos. A dor era tão intensa que nem a morfina acalmava. Seus órgão estavam parando de funcionar aos poucos, mas não impediram-na de realizar seu desejo, casar com Nick Godwin de 23 anos, apaixonados desde a quinta série. Ela fez um lindo casamento que certamente ficou na memória de todos. Cinco dias depois, Katie não aguentou e morreu..."

E o que dizer? Foram felizes? Péssima idéia? Viúvo com 5 dias de casamento? Mais uma vez não sei, nem quero... graças a Deus o amor tem razões que a própria razão desconhece e é esse encantamento que faz a vida ficar sempre tão especial, mesmo sabendo que chega ao fim... é o sonho realizado que ambos levarão pela vida (e pela morte)... é saber que se é capaz de muito, que se é capaz de tudo, independente da dor, do cansaço, da fraqueza... é colocar um véu e se tornar a noiva MAIS LINDA existente... é acreditar em si, é superar e imaginar o quanto é possível quando se tem força e amor... e saúde de preferência... mas é ver como o todo pode ser insignificante perto de um momento eterno de "sim" que se espalha pelo mundo como um ato de coragem... meu desprezo quanto às pequenas crises do dia a dia... e esse post é só pra lembrar-me sempre que o mundo e as pessoas podem ser surpreendentes... e geralmente são!

"SOMEDAY WE'LL KNOW
IF LOVE CAN MOVE A MOUTAIN,
SOMEDAY WE'LL KNOW
WHY THE SKY IS BLUE..."

23 de abr de 2009

Seja uma idiota...

A idiotice é vital para a felicidade. Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. A vida já é um caos. Por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes,separações, dores e afins. No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você. Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele! Milhares de casamentos acabaram não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto. Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo, soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça? Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Quanto tempo faz que você não vai ao cinema? É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí, o que elas farão se já não têm por que se desesperar? Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não! Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa. Brincar é legal! Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte. Ser adulto não é perder os prazeres da vida e esse é o único "não" realmente aceitável. Teste a teoria. Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir... Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração! Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?

Ailin Aleixo


"VIDA LOUCA, VIDA... VIDA BREVE,
JÁ QUE EU NÃO POSSO TE LEVAR,
QUERO QUE VOCÊ ME LEVE.
VIDA LOUCA, VIDA... VIDA IMENSA
NINGUÉM VAI NOS PERDOAR
NOSSO CRIME NÃO COMPENSA!"

21 de abr de 2009

Let's put a smile in that face...


Segura a modéstia num dos menores posts desse blog: se Deus me deu um sorriso lindo (uieee!) deve ter um motivo... tão cheio de dentes... no mínimo ele me quer ver feliz...

"SORRIA, MEU BEM, SORRIA!"

20 de abr de 2009

Loosing my mind

TPM, crise, piti, conspiração do universo, nem sei, nem quero... as coisas que acontecem até Deus duvida, não existe momento de paz, mesmo que tente.... ficando louca e precisando daquela coisinha extraordinária para dar um START. Eh um mêsinho ordinário, assumo...

Esse feriado me bateu uma vontade de ouvir The Cranberries:

"BUT I'M IN SO DEEP.

YOU KNOW I'M SUCH A FOOL FOR YOU.

YOU GOT ME WRAPPED AROUND YOUR FINGER.

DO YOU HAVE TO LET IT LINGER?"


17 de abr de 2009

Acordei bemol. Tudo estava sustenido...

Faltou essa:

"Amor, então,
também acaba?
Não, que eu saiba.
O que eu sei
é que se transforma
numa matéria-prima
que a vida se encarrega
de transformar em raiva,
Ou em rima."

LEMINSK

Sol fazia, só não fazia sentido...


E hoje resolvi fazer nada... não vou me mexer demais pra não dar nada errado... resolvi deitar na minha cama e ler o livro inacabado... procurar na internet um site de poesia e ler meus autores preferidos... não tem como uma leitura dar errado... deixo para vocês uma faísca do que uma mente iluminada pode escrever:

Lembrem de mim
como de um
que ouvia a chuva
como quem assiste missa
como quem hesita, mestiça,
entre a pressa e a preguiça

*

Já me matei faz muito tempo
me matei quando o tempo era escasso
e o que havia entre o tempo e o espaço
era o de sempre
nunca mesmo o sempre passo

Morrer faz bem à vista e ao baço
melhora o ritmo do pulso
e clareia a alma

Morrer de vez em quando
é a única coisa que me acalma

PAULO LEMINSK

Alvorada do Amor
Um horror grande e mudo, um silêncio profundo
No dia do Pecado amortalhava o mundo.
E Adão, vendo fechar-se a porta do Éden, vendo
Que Eva olhava o deserto e hesitava tremendo,
Disse:

"Chega-te a mim! entra no meu amor,
E à minha carne entrega a tua carne em flor!
Preme contra o meu peito o teu seio agitado,
E aprende a amar o Amor, renovando o pecado!
Abençôo o teu crime, acolho o teu desgosto,
Bebo-te, de uma em uma, as lágrimas do rosto!

Vê! tudo nos repele! a toda a criação
Sacode o mesmo horror e a mesma indignação...
A cólera de Deus torce as árvores, cresta
Como um tufão de fogo o seio da floresta,
Abre a terra em vulcões, encrespa a água dos rios;
As estrelas estão cheias de calefrios;
Ruge soturno o mar; turva-se hediondo o céu...

Vamos! que importa Deus? Desata, como um véu,
Sobre a tua nudez a cabeleira! Vamos!
Arda em chamas o chão; rasguem-te a pele os ramos;
Morda-te o corpo o sol; injuriem-te os ninhos;
Surjam feras a uivar de todos os caminhos;
E, vendo-te a sangrar das urzes através,
Se emaranhem no chão as serpes aos teus pés...
Que importa? o Amor, botão apenas entreaberto,
Ilumina o degredo e perfuma o deserto!
Amo-te! sou feliz! porque, do Éden perdido,
Levo tudo, levando o teu corpo querido!

Pode, em redor de ti, tudo se aniquilar:
- Tudo renascerá cantando ao teu olhar,
Tudo, mares e céus, árvores e montanhas,
Porque a Vida perpétua arde em tuas entranhas!
Rosas te brotarão da boca, se cantares!
Rios te correrão dos olhos, se chorares!
E se, em torno ao teu corpo encantador e nu,
Tudo morrer, que importa? A Natureza és tu,
Agora que és mulher, agora que pecaste!

Ah! bendito o momento em que me revelaste
O amor com o teu pecado, e a vida com o teu crime!
Porque, livre de Deus, redimido e sublime,
Homem fico, na terra, à luz dos olhos teus,
- Terra, melhor que o céu! homem, maior que Deus!"

OLAVO BILAC

Os versos que te fiz
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!

FLORBELA ESPANCA

Eros e Psique
Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora,

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

FERNANDO PESSOA

Eterna Mágoa

O homem por sobre quem caiu a praga

Da tristeza do Mundo, o homem que é triste

Para todos os séculos existe

E nunca mais o seu pesar se apaga!


Não crê em nada, pois, nada há que traga

Consolo à Mágoa, a que só ele assiste.

Quer resistir, e quanto mais resiste

Mais se lhe aumenta e se lhe afunda a chaga.


Sabe que sofre, mas o que não sabe

E que essa mágoa infinda assim não cabe

Na sua vida, é que essa mágoa infinda


Transpõe a vida do seu corpo inerme;

E quando esse homem se transforma em verme

É essa mágoa que o acompanha ainda!


AUGUSTO DOS ANJOS

16 de abr de 2009

Abril despedaçado... KARMA!


É sempre assim... chega o mês de abril e tudo que tinha que dar errado dá... a Lei de Murphy maldita me persegue no mês do meu INFERNO ASTRAL... talvez eu acredite tanto nisso que até piore a situação, dê crédito para coisas insignificantes... mas desde algum tempo meu mês de abril tem sido uma merd*, um caos, mal resolvidos, mal acabados, mal explicados, dignos de total esquecimento... eu não sei o que me acontece, mas só de saber que ele está próximo já começa o meu gelo na espinha... e qdo completo 11 meses de vida eu já torço para chegar logo meu aniversário... e tinha tanta coisa pra dar certo nesse mês... ai ansiedade... e tudo que poderia ter sido e não foi, tosse, tosse, tosse, mandou chamar o médico... É, no meu mês "Pneumotórax" só me resta tocar um tango argentino...

"MAS EU FALEI 'NEM PENSAR',
CORAÇÃO NA MÃO
COMO UM REFRÃO DE UM BOLERO
EU FUI SINCERA
COMO NÃO SE PODE SER..."

14 de abr de 2009

Trst m pls...

I don't know if writting in english will make any difference in what I fell, what I want to mean or make this text more private... but I'll try anyway... I trust in me, I trust in you and I don't know why everything have to be so dificcult...

"Come to me now
And lay your hands over me
Even if it's a lie
Say it will be alright
And I shall believe
I'm broken in two
And I know you're on to me
That I only come home
When I'm so all alone
But I do believe
That not everything is gonna be the way
You think it ought to be
It seems like every time I try to make it right
It all comes down on me
Please say honestly you won't give up on me
And I shall believe
And I shall believe
Open the door
And show me your face tonight
I know it's true
No one heals me like you
And you hold the key
Never again would I turn away from you
I'm so heavy tonight
But your love is alright
And I do believe
That not everything is gonna be the way
You think it ought to be
It seems like every time I try to make it right
It all comes down on me
Please say honestly
You won't give up on me
And I shall believe"

12 de abr de 2009

Em você, com certeza...

"Pois você não é mais somente uma imagem no meu cérebro,
É presença constante, consciente e inconsciente,
Não é mais sensação de coração adolescente,
Hoje é presente...
É pontada profunda,
Constante..."


E é por essas e outra que eu tenho cada vez mais certeza que é você, com todos os tropeços e pedras no caminho, é você, meus tijolos dourados, que me levam pela trilha certa, pelo Fantástico Mundo de Oz... que me acompanha em qualquer caminhada sem rumo, que me escuta em qualquer conversa sem assunto e que me aquece em qualquer noite sem sono... você e só e ninguém mais é preciso para que a sensação seja mais completa ou que o momento se torne mais perfeito ou que as palavras faltem naquela hora crucial ou que sobrem no momento em que eu deveria MESMO ficar quieta... pq nada mais me desespera do que minha espera na porta da casa malacabada na rua da praia ou a necessidade de falar-lhe naquele telefone sem bateria... nada mais me angustia do que a sensação de que qualquer coisa idiota possa me afastar de você e tudo me atormenta quando há a menor possibilidade de não te ver... e minhas rimas pobres continuam, desculpe... falar da felicidade que me invadiu nos ultimos 2 meses me faz rimar bem mais do que eu costumava antigamente... mas eu preciso dizer que as coisas ficaram mais coloridas, mais alegres, mais sonoras. Como num musical ou numa comédia romântica eu já não acredito na perfeição, mas ainda acredito na paixão, na vontade de estar junto e no amor (pq não?)... estarmos juntos simplesmente pq nos faz bem... ninguém precisa de ninguém, nem eu de você e nem você de mim, mas quero sua companhia pq eu gosto de te ter ao meu lado, fico feliz, simples assim... e mais ninguém... e a gente demora tanto tempo para perceber coisas simples, até que percebi rápido como são lindos seus olhos e a sua barba ruiva...

E hoje não ponho fotos, desnecessárias se sua imagem está sempre aqui... comigo... constante...

"AH, SE JÁ PERDEMOS A NOÇÃO DA HORA
SE JUNTOS JÁ JOGAMOS TUDO FORA
ME CONTA AGORA COMO HEI DE PARTIR
SE, AO TE CONHECER, DEI PRA SONHAR, FIZ TANTOS DESVARIOS
ROMPI COM O MUNDO, QUEIMEI MEUS NAVIOS
ME DIZ PRA ONDE É QUE INDA POSSO IR
SE NÓS, NAS TRAVESSURAS DAS NOITES ETERNAS
JÁ CONFUNDIMOS TANTO AS NOSSAS PERNAS
DIZ COM QUE PERNAS EU DEVO SEGUIR
SE ENTORNASTE A NOSSA SORTE PELO CHÃO
SE NA BAGUNÇA DO TEU CORAÇÃO
MEU SANGUE ERROU DE VEIA E SE PERDEU
COMO, SE NA DESORDEM DO ARMÁRIO EMBUTIDO
MEU PALETÓ ENLAÇA O TEU VESTIDO
E O MEU SAPATO INDA PISA NO TEU
COMO, SE NOS AMAMOS FEITO DOIS PAGÃOS
TEUS SEIOS INDA ESTÃO NAS MINHAS MÃOS
ME EXPLICA COM QUE CARA EU VOU SAIR
NÃO, ACHO QUE ESTÁS TE FAZENDO DE TONTA
TE DEI MEUS OLHOS PRA TOMARES CONTA
AGORA CONTA COMO HEI DE PARTIR"

9 de abr de 2009

Dust in the wind...

Como um punhado de areia na palma da mão, assim eh o início o meio e o fim de qualquer relação (ih... lá vem as rimas)... você quer todo pra si, quer tanto bem, que aperta, fecha os dedos, os grãos vazam pelos vãos e você fica sem; ao mesmo tempo você quer que a coisa role naturalmente e deixa a mão aberta e o vento leva e ainda pode acertar o olho de alguém... tá complicada essa metáfora né? Então tem uma forma especial de se manter as mãos unidas... desconhecida, mas deve haver... e eu não sei bem o que eu quero, mas adoraria a ter a fórmula secreta que me deixasse unida a você... mas eu sei o que eu faço, conheço meus erros, mas não sei corrigi-los... eu tento, eu juro, mas sempre me traio... e lá se vai mais uma crise, mais um nó na garganta, uma vontade de te abraçar, te enfiar no bolso e fugir, mais uma impotência de saber que não posso fazer nada disso, só tentar fechar minhas mãos de uma forma que você, meu punhado de areia, não fuja pelos dedos nem se leve com o vento.

Capacidade absurda essa minha de pensar durante horas no mesmo tema e divagar e rimar os pensamentos, só pra ver se eles ficam mais bonitos, se eles ficam mais concretos... e faço a mesma coisa com os desejos, só pra ter certeza que sólidos eles durem mais... desejos, sentimentos e vontades... que vontade de você...

E pensar que nunca ganhei tanta coisa com uma garrafa d'água... trás outra pra mim?

"I CLOSE MY EYES
ONLY FOR A MOMENT,
AND THE MOMENT'S GONE.
ALL MY DREAMS,
PASS BEFORE MY EYES, A CURIOUSITY.
DUST IN THE WIND,
ALL THEY ARE IS DUST IN THE WIND."

6 de abr de 2009

Conveniência

Eu ia dizer algo sobre a conveniência dos fatos e das pessoas para cada instante... mas já não acho tão conveniente assim tocar nesse assunto. Espero que eu lhe seja útil em algum momento, okey? Precisando, é só usar... e eu espero que aprenda a feliz arte das amizades de conveniência, pq é assim que a roda anda, que as coisas funcionam...

Apesar disso, eu prezo pelas minhas poucas amizades verdadeiras... pq não faço questão de volume, nada demais... pq nada que é demais é real... alegria demais, euforia demais, abraço demais, gargalhadas demais... tudo que é exagerado aparenta meio forçado aos meus olhos... então não força vai, só faz o que te der na telha e usa... as coisas e as pessoas... que mais cedo ou mais tarde você também será usado assim... de forma bem conveniente.

E um brinde ao desapego das pessoas aos sentimentos humanos e à adesão do lema de vida: “Ser é ter”... eu não tenho nada que seja de fato meu, logo não sou ninguém... mas me aguardem, vão faltar festas de tantos “amigos” sazonais que irei adquirir pelo caminho... e um dia eu viro a Hebe e comemoro essa farsa de 80 anos na Disney!

"É QUE NARCISO ACHA FEIO O QUE NÃO É ESPELHO..."

2 de abr de 2009

Vox populi

"ATÉ QUE O MUNDO GIRE AO MEU REDOR!"

Toda ação tem uma reação e todo gesto uma resposta e, embora você não seja nenhuma socialite, atriz, cantora ou qualquer famosidade do tipo, ser você pode incomodar quem não é.
Eu acredito sinceramente que exista uma faculdade especial, um treinamento e até concurso público para se tornar um juíz, é algo bem complexo que exige dedicação exclusiva durante muitos anos de sua vida até que você esteja apto realmente a fazer um exame imparcial de qualquer situação.
Mas existe algo que chamamos de "a voz do povo" (é a voz de Deus?), onde uma frase repetida várias vezes torna-se verdade e infesta o ouvido alheio, como um vírus, até você ouvir tanto que acaba também acreditando sem provas. A ignorância popular é mesmo maravilhosa, ela escuta funk, vê novela e elege representantes governamentais com total maestria burra... ah, ela também cuida da vida alheia, pq infelizmente as novelas só começam a partir das 17h, logo são quase 10 horas ociosas num mundo tão limitado (pensando q se durma normalmente 7h/d).
Óh alienação desmedida, vai escolher o eliminado do paredão, o favorito ao milhão, assitir o Show de Fim de ano do Roberto Carlos na televisão ou qualquer porcaria que a Globo divulgue... e deixa o resto caminhar sozinho, com seus erros e acertos pq errar é MUITO mais humano do que se imagina, mas assumir um erro é para poucos e julgar os equivocos vizinhos deveria ser de NINGUÉM.
Eu não sei dessa tal voz de Deus que o povo fala, acho que se trata de algo mais nobre do que tudo isso supracitado, mas meu pai, uma voz bem conhecia, já me disse algo muito mais sábio: "Toda maioria é burra!"

Me mandem a convocação, caso necessário, mas só pra contar um segredo: não julguem NINGUÉM sem provas.... (estranho, mas essa noticia até me soa meio óbvia)