12 de abr de 2009

Em você, com certeza...

"Pois você não é mais somente uma imagem no meu cérebro,
É presença constante, consciente e inconsciente,
Não é mais sensação de coração adolescente,
Hoje é presente...
É pontada profunda,
Constante..."


E é por essas e outra que eu tenho cada vez mais certeza que é você, com todos os tropeços e pedras no caminho, é você, meus tijolos dourados, que me levam pela trilha certa, pelo Fantástico Mundo de Oz... que me acompanha em qualquer caminhada sem rumo, que me escuta em qualquer conversa sem assunto e que me aquece em qualquer noite sem sono... você e só e ninguém mais é preciso para que a sensação seja mais completa ou que o momento se torne mais perfeito ou que as palavras faltem naquela hora crucial ou que sobrem no momento em que eu deveria MESMO ficar quieta... pq nada mais me desespera do que minha espera na porta da casa malacabada na rua da praia ou a necessidade de falar-lhe naquele telefone sem bateria... nada mais me angustia do que a sensação de que qualquer coisa idiota possa me afastar de você e tudo me atormenta quando há a menor possibilidade de não te ver... e minhas rimas pobres continuam, desculpe... falar da felicidade que me invadiu nos ultimos 2 meses me faz rimar bem mais do que eu costumava antigamente... mas eu preciso dizer que as coisas ficaram mais coloridas, mais alegres, mais sonoras. Como num musical ou numa comédia romântica eu já não acredito na perfeição, mas ainda acredito na paixão, na vontade de estar junto e no amor (pq não?)... estarmos juntos simplesmente pq nos faz bem... ninguém precisa de ninguém, nem eu de você e nem você de mim, mas quero sua companhia pq eu gosto de te ter ao meu lado, fico feliz, simples assim... e mais ninguém... e a gente demora tanto tempo para perceber coisas simples, até que percebi rápido como são lindos seus olhos e a sua barba ruiva...

E hoje não ponho fotos, desnecessárias se sua imagem está sempre aqui... comigo... constante...

"AH, SE JÁ PERDEMOS A NOÇÃO DA HORA
SE JUNTOS JÁ JOGAMOS TUDO FORA
ME CONTA AGORA COMO HEI DE PARTIR
SE, AO TE CONHECER, DEI PRA SONHAR, FIZ TANTOS DESVARIOS
ROMPI COM O MUNDO, QUEIMEI MEUS NAVIOS
ME DIZ PRA ONDE É QUE INDA POSSO IR
SE NÓS, NAS TRAVESSURAS DAS NOITES ETERNAS
JÁ CONFUNDIMOS TANTO AS NOSSAS PERNAS
DIZ COM QUE PERNAS EU DEVO SEGUIR
SE ENTORNASTE A NOSSA SORTE PELO CHÃO
SE NA BAGUNÇA DO TEU CORAÇÃO
MEU SANGUE ERROU DE VEIA E SE PERDEU
COMO, SE NA DESORDEM DO ARMÁRIO EMBUTIDO
MEU PALETÓ ENLAÇA O TEU VESTIDO
E O MEU SAPATO INDA PISA NO TEU
COMO, SE NOS AMAMOS FEITO DOIS PAGÃOS
TEUS SEIOS INDA ESTÃO NAS MINHAS MÃOS
ME EXPLICA COM QUE CARA EU VOU SAIR
NÃO, ACHO QUE ESTÁS TE FAZENDO DE TONTA
TE DEI MEUS OLHOS PRA TOMARES CONTA
AGORA CONTA COMO HEI DE PARTIR"

2 comentários:

Lara disse...

sem fotos poser???!!!

COMO ASSIM???

An@ disse...

Ai, eu queria ver foto....:(
Sabes que mais, Má? Fico feliz por você, por te ver assim feliz como já não te via há muito tempo! E que seja sempre assim e que possamos ainda comer muitos pastéis de blain (entenda-se Belém) no Mercadão de São Paulo, e não no Habibs... Ou então xpetinhos!:)

beijinho, estou com saudade!