18 de ago de 2009

Era ela...

"EU JÁ LHE EXPLIQUEI QUE NÃO VAI DAR
SEU PRANTO NÃO VAI NADA MUDAR
EU JÁ CONVIDEI PARA DANÇAR
É HORA, JÁ SEI, DE APROVEITAR"

Ela nunca foi a mais bonita, nem a mais engraçada... sempre foi meio palhaça, ou melhor... é, pq felizmente ainda não morreu (não vamos falar sobre mortes essa semana, mto triste...)... era talvez a mais animada, uma das mais animadas... pq nunca foi destaque em nada... mas tava sempre por ali, numa pontinha de cena, enquanto outra pessoa brilhava... ela também aparecia no quadro... quando alguém perguntava ela respondia, retrucava... e até arrancava algumas gargalhadas... espirutuosa, sempre foi... inteligente, esperta... talvez seu cérebro encante mais do que suas qualidades físicas... é fato que nunca teve muito jeito para esportes, dança... muito menos disciplina para frequentar academia, com aquele monte de mulher sarada em roupas justas... largou o ballet com 10 anos pq achava mais interessante ver as cenas de frente pro palco... gostava de cantar, mas também não praticou o suficiente e desistiu no primeiro "Você gosta? Então aprende!"... não lidava bem com críticas... continua evitando-as... mas como disse... ela não é a líder da turma, mas com certeza faz parte dela... não é um foco, mas sempre foi um apoio, uma base em tudo que se envolveu... sempre lembrada quando alguém precisa nos apuros... nem sempre nas glórias... mas é assim que acontece quando não se quer todos os holofotes... ela passava, meio despercebida... sem levantar suspeitas... todo mundo mais preocupado em se destacar que ela... e assim ela foi, à margem... à frente... e percebeu que não foi necessário em nenhum momento ser o destaque do carro alegórico... era possível ser uma baiana da ala ou mesmo o mestre sala... todos chegariam ao fim da mesma forma... e a nota seria a mesma, pq toda a participação tem a sua importância vital... alguém precisa ser o cirurgião, alguém precisa ser o instrumentador para que o procedimento chegue ao fim com o sucesso esperado... ela percebeu que quem brilha demais acaba inspirando mais inveja que orgulho... nunca teve inveja de ninguém... orgulhou-se de si... até o fim....

Nenhum comentário: