6 de nov de 2008

Os 6 melhores anos de nossas vidas!


Nunca vi frase de tamanho impacto. Vê-la escrita naquele banner me deu um nó na garganta que eu tô lembrando até agora. Os melhores anos da minha vida? Não posso confirmar, tô começando ainda esse longo trajeto da minha BR116... mas com certeza foram os anos de maior aprendizado... me tornei médica, me tornei adulta, me tornei responsável (eventualmente), aprendi que meu dia pode (e às vezes deve) ter mais de 24h, que meu sono é algo totalmente adestrável (e cada vez mais raro), que o descanso é necessário, mas nem sempre é possível, que as amizades se constroem e se destroem como pancadas de ventos em castelos de areia, mas as bases mais sólidas se mantêm e se tornam imprescindíveis (em todas as barcas furadas), que por mais que eu tente abraçar o mundo, isso só me prova o quanto os meus braços são curtos, que a sabedoria só depende de você, mas a ignorância é um denominador comum... e que cada dia que passa a vontade de ficar aumenta assim como a certeza do fim... tudo que é bom dura o tempo suficiente para se tornar inesquecível (e estragar o seu fígado de forma irreversível...)

Saudosista desde já... isso pq foi só a virada, mas já me virou do avesso...

Mão doendo de tanto abrir cerveja... Bar Girl mais rápida do Oeste (com uma mão só... UIA!)



"CANTEI, CHOREI, SAMBEI
MORRI DE PENA
DE TE DEIXAR MOGI...
LAIÁ, LAIÁ"

Um comentário:

Fernanda disse...

Adorei!!!!
Me emocionei, me diverti...vc já pensou em largar a medicina e ser poeta? rsrs
bjinho e te amo amiga!!